HomeJundiaíTribunal reprova contas de 2014 do Hospital São Vicente

Tribunal reprova contas de 2014 do Hospital São Vicente

Um convênio (33/14), firmado entre a Prefeitura de Jundiaí e o Hospital São Vicente de Paulo em 2014, no valor de R$ 32.110.687,75, foi o motivo de rejeição das contas do HSVP no TCE. Duas das falhas foram a não movimentação em conta específica e a falta de conciliação bancária. Mas tem mais.

Segundo o Tribunal de Contas, “o relatório de atividades da Entidade não é segregado por fonte de recursos, e sim da atividade geral do hospital, independente da origem. Também as metas não foram atingidas, havendo ainda indicação de quantitativos estranhos ao contido no Plano Operativo”.

O relatório do TCE revela um balaio de gatos na administração do hospital na época. Não havia previsão no plano, mas se gastou R$ 874.752,62 na compra de alimentos. Também se pagou R$ 575.050 ao Instituto de Desenvolvimento Estratégico por “serviços médicos de forma complementar ao hospital (…)”. Os documentos não apresentam a relação de médicos que teriam prestado o serviço e são de datas anteriores à assinatura do convênio.

 

Leia também: Enfeites natalinos elétricos requerem segurança

 

Na época também o hospital gastou pouco mais de 330 mil reais para transportar funcionários – também sem previsão no plano operativo. Há também um pagamento a uma padaria de R$ R$ 16.122 sem nota fiscal – foi feito via transferência eletrônica – e também sem previsão.

Prefeitura e hospital foram notificados e apresentaram suas justificativas. No final de tudo, o hospital acabou condenado a devolver R$ 575.050 (corrigidos) e a criar um site com informações sobre tudo, com base da Lei de Acesso a Informações.




Comentários
})(jQuery)