HomeCidadesFrancisco MoratoReformas põem fim a esqueletos de obras abandonadas

Reformas põem fim a esqueletos de obras abandonadas

Os esqueletos de obras paradas continuam desaparecendo em Francisco Morato, e as obras nos novos equipamentos se espalham cada vez mais. A Prefeitura vem se empenhando para a realização de obras nas áreas de Educação, Saúde e Infraestrutura.

Com o objetivo de melhorar e dar mais viabilidade no fluxo na área de acesso do Terminal Rodoviário Leste, escadas rolantes estão sendo construídas no acesso ao terminal. No momento, a estrutura metálica e sua superestrutura vêm ganhando forma.

O Reservatório de Retenção de Picos de Cheias TG-03 (Piscinão) está em fase final. Após serem retirados mais de 80 mil m3 de materiais inertes e ganhar nova concretagem, o piscinão terá capacidade de armazenamento de 200 milhões de litros de água.

A Creche Central, um espaço que deixou de ser um esqueleto de obra nesse ano, continua  em obras para sua inauguração em 2019. O local está recebendo serviços de reboco, impermeabilização das paredes e pintura da parte externa.

 

Leia também: Iniciada a terraplenagem no Viaduto das Valquírias

 

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA-24H) era um símbolo de obra parada na cidade, mas em setembro a prefeita Renata Sene assinou a ordem de serviço para a retomada da obra. No momento, a empresa responsável está fazendo a reforma dos ambientes internos.

O novo Paço estava com as obras paradas desde 2012, e no mês passado teve sua ordem de serviço assinada e já vem ganhando o fechamento de alvenaria.




Comentários
})(jQuery)