HomeCidadesSaltoPrefeitura ignora, mas favela está crescendo em Salto

Prefeitura ignora, mas favela está crescendo em Salto

Se o prefeito de Salto, Geraldo Garcia, não acordar, logo a cidade terá favelas comparáveis aos grandes centros. No Jardim Marília, por exemplo, centenas de famílias vivem em barracos sem qualquer condição de conforto e sem acesso a serviços essenciais.  Os barracos estão numa área verde entre as ruas Lins, Valinhos e Vinhedo.

Na Câmara, o vereador Edemilson Pereira dos Santos cobra constantemente a Prefeitura, sem qualquer resposta. Não há pronunciamento sobre um programa de desfavelizaçõ ou regularização da permanência das famílias no lugar.

 

Leia também: Sua excelência, doutor Marcola

 

“Volto a solicitar que seja feita a desafetação dessa área verde no Jardim Marília, onde já moram centenas de famílias, afetando-a para loteamento e construção de moradias populares e desenvolvimento de projetos de moradias em parceria com os governos do Estado e Federal”, afirma Edemilson.

Ele destaca ainda que é preciso que a Administração desenvolva projeto para resgatar a dignidade das pessoas que vivem nessas moradias precárias, em estado de vulnerabilidade, e em outras partes da cidade nas áreas de preservação ambiental, como na região do bairro João Jabour.




Comentários
})(jQuery)