HomeGeralBrasil foi o país que mais recebeu ligações de telemarketing e golpes

Brasil foi o país que mais recebeu ligações de telemarketing e golpes

O Brasil foi o país que mais recebeu ligações indesejadas – chamadas de “spam” – em 2018, de acordo com um levantamento feito pela Truecaller, empresa especializada em identificação de chamadas. Com uma média de 37 ligações “spam” por mês, o país ultrapassou a Índia, tendo as chamadas de telemarketing e de operadoras telefônicas como os segmentos que mais importunaram os clientes.

O relatório informa que o período de eleições contribuiu para o aumento de reclamações dos usuários sobre chamadas indesejadas. Com 36%, o telemarketing foi o serviço que mais incomodou – contra 12% em 2017 -, seguido pelas operadoras telefônicas (32% em 2018 contra 33% em 2017), oferecendo geralmente planos de dados gratuitos ou ligações ilimitadas aos usuários.

Aumento das tentativas de golpe

No entanto, o dado que mais chama a atenção é o aumento de ligações fraudulentas, que saltaram de 1% em 2017 para 20% neste ano. Segundo a Truecaller, esse tipo de ligação abrange golpistas que entram em contato com o usuário cobrando por serviços ilegítimos, como a exigência de transferência de dinheiro para que a energia da residência não seja cortada, por exemplo.

Outra fraude muito aplicada é o “one ring scam” (“golpe do toque único”, em tradução livre), em que um número desconhecido (geralmente internacional) realiza uma única chamada, que resulta em uma ligação perdida. Estimulado a retornar a ligação, o usuário recebe posteriormente uma alta taxa pela chamada a longa distância.

Em quarto lugar no cenário brasileiro estão as “chamadas incômodas”, que são mais genéricas e também representam uma perturbação para o usuário. Nesta categoria estão os trotes, ligações de assédio e golpes de falso sequestro.

 

Leia também: Lei garante reconstrução da mama para vítimas de câncer

 

Outro grande problema de chamadas de spam que o Brasil está enfrentando são chamadas incômodas (10%). Esses são tipos mais gerais de chamadas indesejadas e não solicitadas que são uma perturbação para os usuários ou, no mínimo, são chamadas de trotes e pior, assédio e falsas chamadas de sequestro.

Tendência de aumento no mundo todo

Entre janeiro e outubro, a base de usuários da Truecaller recebeu 17.7 bilhões de chamadas indesejadas, resultando em um aumento de 300% no mundo todo. Vale ressaltar que a empresa considera apenas sua própria base de usuários cadastrados.

Além do Brasil, muitos países registraram um aumento geral bastante alto em relação a 2017, como México e Costa Rica. Entre os dez primeiros, os Estados Unidos foram o único país que registrou queda, indo da 2ª para a 8ª posição e tendo os serviços de seguro e cobrança como os maiores importunadores.




Comentários
})(jQuery)