HomeGeralPolíticaJuíza Gabriela Hardt nega pedido de Lula para ser interrogado novamente

Juíza Gabriela Hardt nega pedido de Lula para ser interrogado novamente

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para que ele fosse interrogado novamente no processo que apura um esquema de corrupção envolvendo contratos entre a Odebrecht e a Petrobras.

Nesta ação, Lula é acusado de ter sido beneficiado com um terreno na capital paulista para o instituto que leva seu nome. A defesa argumentava que, com a saída do juiz federal Sergio Moro, titular da ação, o novo interrogatório permitiria o contato presencial com a nova julgadora, o que seria “fundamental para o exercício do contraditório”. Moro conduziu todo o processo e interrogou Lula em setembro do ano passado.

Apesar da negativa, Lula e a juíza substituta irão se encontrar pela primeira vez na quarta-feira (14), quando o ex-presidente será interrogado em outro processo, o que envolve o sítio de Atibaia.

 

Leia também: Polêmica Silvio Santos e Cláudia Leitte: AACD quer promover ‘encontro da paz’

 

A defesa de Lula apresentou a justificativa de que o Juiz Sérgio Moro não teria sido imparcial em suas sentenças. A alegação veio a público após o magistrado ter aceitado o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para ser superministro da Justiça e Segurança Pública.

Essa também será a primeira vez que Lula irá deixar a Superintendência da PF (Polícia Federal), onde está preso desde abril, cumprindo pena referente ao processo do tríplex, no qual foi condenado por Moro em 2017.

A defesa de Lula ainda não se manifestou a respeito da decisão da magistrada.




Comentários
})(jQuery)