HomeJundiaíEmpresa de SP se transfere para Jundiaí

Empresa de SP se transfere para Jundiaí

Na tarde desta segunda-feira (12), o prefeito Luiz Fernando Machado recebeu em seu gabinete um grupo de executivos da Brasilata, uma fabricante de embalagens de aço que está transferindo suas atividades para Jundiaí. Segundo o CEO Tiago Heleno Forte, dentro de aproximadamente seis meses a empresa inicia as operações no Município, com previsão de ter 100% da atividade em funcionamento no início de 2020.

“A aproximação com o poder público, que tem sido muito receptivo no que se refere às nossas demandas, foi um fator crucial na nossa escolha por Jundiaí. Além disso, a cidade oferece infraestrutura adequada para crescimento, boa relação de custo x benefício imobiliário e localização estratégica”, destacou Forte, que estava acompanhado do diretor de Divisão Administrativa, Alexandre Gonçalves, do diretor-técnico, João Vicente de Masi Tuma, e do diretor de operações, José Maria Granço.

Os executivos informaram que, atualmente, a empresa tem cerca de 450 funcionários em São Paulo, onde fica a sede. Com a mudança para Jundiaí, parte da equipe será transferida para cá e uma outra parte deverá ser contratada no Município. “Já temos muitos funcionários que moram aqui na região e que vão continuar no nosso time”, explicou Gonçalves.

 

Leia também: O icônico Stan Lee morre aos 95 anos

 

O prefeito reforçou o compromisso da Administração em criar um ambiente favorável aos negócios na cidade. “Estamos com um olhar globalizado para Jundiaí, porque entendemos que a cidade hoje compete com o mundo inteiro e não somente com os seus vizinhos. A chegada de mais uma grande empresa nos fortalece e prova que estamos no caminho certo”, disse Luiz Fernando.

Também participaram da reunião o gestor de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (UGDECT), Messias Mercadante; o diretor de Fomento à Indústria, Gilson Pichioli; a assessora de Cooperação Internacional, Lígia Eboli Contursi, além de Eliseu Costa e Silva, da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo.




Comentários
})(jQuery)