HomeGeralItu vai interromper abastecimento de água para manutenção emergencial

Itu vai interromper abastecimento de água para manutenção emergencial

Nesta quarta-feira (22), a Companhia Ituana de Saneamento – CIS fará a manutenção de um grande vazamento localizado na Avenida das Monções, no bairro Rancho Grande. Por esta razão, 31 bairros da região central da cidade terão o abastecimento interrompido entre 7h e 19h.

“Há algumas semanas, a CIS localizou este grande vazamento.  Desde então, os técnicos da autarquia elaboraram um plano de ação para reduzir o tempo de trabalho e não comprometer o abastecimento da população por mais de um dia”, explica o superintendente da CIS, Vincent Menu.

Os bairros atingidos pela paralisação são: Centro, Jardim do Estádio, Vila Leis, Vila Nova, Altos da Vila Nova, Vila Militar, Vila São Vicente de Paula, Vila Gardiman, Vila Santa Rosa, Jardim Faculdade, Vila Gatti, Vila Cleto, Bairro Alto, Vila Santa Teresinha, Jardim Santana, Vila Cleto, Vila São Francisco, Bairro Brasil, Jardim Corazza, Portella, Jardim Novo Mundo, Bairro Liberdade, Vila Padre Bento, Vila Santo Antônio, Jardim Padre Bento, Portal de Itu, Vila Ianni, Vila dos Bandeirantes, Canjica, Jardim Hélio Baptista e Chácaras Primavera. Outros bairros da cidade poderão ter instabilidade no abastecimento no mesmo período.

De acordo com Menu, o vazamento está localizado numa conexão em “Y” da Adutora Fubaleiro, que transporta 280 litros de água por segundo.  A ideia inicial era paralisar esta captação e compensar a distribuição com a água do Sistema Mombaça, que possui a mesma capacidade. No entanto, após análise técnica, ficou constatada impossibilidade de isolamento da área com o vazamento. Foram muitos anos sem as manutenções e investimentos necessários na rede local.

 

Leia também: Jundiaí está com inscrições abertas para a Corte da Uva 2019

 

Desta forma, será necessário interromper as atividades da Estação de Tratamento de Água do Rancho Grande, que abastece 80% da região central de Itu.  Somente assim será possível ‘secar’ a rede e fazer a troca da conexão com total segurança.   

“Vamos trabalhar para retomar a distribuição de água de todas as casas atingidas antes do prazo programado. Salientamos, no entanto, que o abastecimento será regularizado em toda a rede apenas algumas horas após concluirmos a obra. Nossos canais de atendimento estarão à disposição da população em caso de dúvida”, pontua o superintendente da CIS.




Comentários
})(jQuery)