HomeJundiaíLoja Maçônica Amor e Concórdia chega aos 125 anos

Loja Maçônica Amor e Concórdia chega aos 125 anos

Foi na presença de profissionais prestadores de serviços da antiga Companhia Paulista, que em 14 de julho de 1893 foi fundada em Jundiaí a Loja Maçônica Amor e Concórdia. Cento e vinte e cinco anos depois, a sociedade com cunho filosófico e filantrópico se consagra como a maior e mais ativa da cidade, contando com 100 irmão ativos.

Para tornar conhecidos alguns dos capítulos destes 125 anos de filantropia, a Loja Maçônica abre  suas portas para visitação pública no mesmo dia que essa história começou a ser escrita. “No dia 14, teremos a apresentação do Coral Cantanti D’Itália e, em seguida, receberemos todas as pessoas interessadas em conhecer um pouco sobre os ritos, tradições e toda estrutura física da Loja Maçônica”, explica o presidente da Amor e Concórdia, Márcio Peixoto.

Filiada ao Grande Oriente Paulista e ligada à Confederação Maçônica Brasileira (Comab), a Amor e Concórdia não é apenas uma assembléia de homens livres que se reúnem para discutir idéias. “Durante todo o ano desenvolvemos campanhas para arrecadar fraldas, cobertores, cadeiras de rodas, entre outros ítens. no final do ano promovemos o Natal Solidário em que atendemos duas  mil crianças. Não temos por ideologia divulgar essas iniciativas, apenas as datas comemorativas”, comenta um dos membros da Loja Maçônica, Miguel Arcanjo Mazzola.

Não é religião, não é seita, nem sociedade secreta, mas discreta de homens livres e de bons costumes que se reúnem fraternalmente para lapidar suas imperfeições, praticar virtudes como tolerância, estudos e cooperação que glorifique o direito e a justiça. “Para integrar a Maçonaria é preciso ser convidado. Ainda assim, é a conduta desse irmão que vai ou não determinar sua permanência”, alerta Peixoto.   

Na prática, os maçons são indivíduos que buscam a prática da correção de costumes e o aprimoramento da vivência através da reflexão e da interação com os ditames determinados por Deus, o Grande Arquiteto do Universo, como é tratado nas lojas. “Em linhas gerais nos agregarmos em assembléias para discutir propostas, respeitando a crença de cada um, valorizando ideais sublimes e garantindo a liberdade de pensar”, garante Mazzola.

Desvendando a Maçonaria

– Estima-se que haja 6 milhões de maçons no mundo

– Eles se reúnem em templos que chamam de lojas (em inglês, lodge, ou alojamento, que é onde antigamente se agrupavam os pedreiros responsáveis pela construção de igrejas ou catedrais)

– As lojas são organizadas por região

– Os maçons geralmente usam uma espécie de avental, por conta de seu aparente elo com os antigos pedreiros das catedrais (stonemasons, em inglês)

– Entre personagens históricos com elos com a maçonaria estão o político Winston Churchill e os escritores Oscar Wilde, Rudyard Kipling e Arthur Conan Doyle

-Para pertencer à Maçonaria é preciso pré-requisitos: a pessoa precisa ser maior de idade, ser indicado por um outro maçom (irmão)

Na Maçonaria são aceitos os cristãos. Seja ele, católico, evangélico, muçulmano, judeu, entre outros. A pessoa precisa acreditar em uma força superior. Para ingressar na Maçonaria, precisa acreditar em um ser superior, criador de tudo que existe na terra e no céu. Na ordem, é chamado de Grande Arquiteto do Universo. 




Comentários
})(jQuery)