HomeJundiaíDAE Jundiaí é destaque por reduzir emissão de gás carbônico

DAE Jundiaí é destaque por reduzir emissão de gás carbônico

Por meio da compra de energia de fontes incentivadas, a DAE Jundiaí recebeu pelo segundo ano consecutivo o Certificado de Energia Renovável, emitido pelas empresas Comerc Energia e Sinerconsult. Em 2017, a empresa evitou a emissão de 1.762,038 toneladas de gás carbônico, principal causador do efeito estufa. A quantidade é equivalente ao plantio de mais de 12 mil árvores em um projeto de reflorestamento com duração de 30 anos.

A compra de energia elétrica de fontes incentivadas é realizada para a Estação de Recalque do Jundiaí Mirim, maior unidade consumidora de energia elétrica da empresa. A operação teve início em 2016, por meio do sistema de “mercado livre”.

Atualmente, 50% da energia adquirida para a Estação de Recalque é proveniente de fontes geradoras incentivadas, como eólica, solar ou térmica de biomassa. “São fontes que geram menos emissão de gases nocivos e menos impacto ambiental”, explica o gerente de Eletromecânica e Operações da DAE, Leandro Lopes Ferro.

No ano passado, quando a DAE também recebeu o certificado, o documento apontou que a empresa havia evitado a emissão de 811,44 toneladas de gás carbônico, quantidade que equivalia ao plantio de mais de 5,6 mil árvores em um projeto de reflorestamento com duração de 30 anos.

Além de beneficiar o meio ambiente, a ação também reverte em economia financeira: desde que a compra pelo mercado livre teve início, em 2016, até junho de 2018, a economia acumulada frente ao mercado cativo de energia chega a mais de R$ 5,6 milhões.




Comentários
})(jQuery)