HomeGeralPolíticaCopa acabou, mas Salto ainda discute horários de jogos

Copa acabou, mas Salto ainda discute horários de jogos

Para o Brasil, a Copa do Mundo acabou na sexta-feira passada. Mas em Salto essa Copa na longínqua Rússia continua dando bafafá. É que um vereador, Edemilson Pereira dos Santos, resolveu questionar o prefeito Geraldo Garcia sobre os horários de trabalho dos funcionários durante os jogos.

E lá se vai um ofício. Como os jogos previstos no decreto de Garcia estavam marcados para às 15 horas, o horário dos funcionários não previu intervalo para almoço. Falha do prefeito e sua brilhante assessoria. Como a CLT determina intervalo, agora fica difícil justificar o entusiasmo do prefeito-torcedor.

 

Leia também: Várzea Paulista participa do Julho Amarelo

 

No ofício, o vereador (ou algum assessor) caprichou na gramática. Um dos trechos: “A boa doutrina trabalhista é unânime em afirmar que a fruição correta do lapso temporal de alimentação e descanso deve ocorrer preferencialmente em período da metade da jornada diária…”

Como o sonho terminou, o ofício ficou. Agora o prefeito precisa explicar a besteira que fez assinando seu decreto. Pura perda de tempo.




Comentários
})(jQuery)