HomeCidadesCidades alertam sobre período de estiagem

Cidades alertam sobre período de estiagem

A Secretaria de Água e Esgoto (SAE) informou que apesar do período de estiagem em que se encontra o estado de São Paulo, as reservas de Louveira continuam com 100% de sua capacidade. Para manter essa situação mesmo com a falta de chuvas, foi iniciado um bombeamento de água do Córrego Rainha para completar o abastecimento da cidade.

A Prefeitura intensificou a campanha contra queimadas este ano, alertando a população sobre os riscos e a penalidade de colocar fogo em terrenos, que é um crime ambiental.

Desde março de 2015 a Lei Municipal número 2.414 proíbe a queimada em Louveira e estabelece que podem ser penalizados o proprietário do imóvel, responsáveis legais e contratuais e mandantes do ato. A Guarda Municipal recebe as denúncias pelo telefone 3878-1512.

Itu 

Já a Companhia Ituana de Saneamento – CIS informou que o monitoramento dos mananciais feito durante o último feriado prolongado indica que os reservatórios de água bruta que abastecem a cidade de Itu atingiram 70% de sua capacidade. As Bacias São Miguel e São Miguel/Varejão, que abastecem a região do Pirapitingui, operam com 75% e 80%, respectivamente.

No abastecimento da região central, atuam as bacias do São José e Braiaiá, com 90%; Taquaral/Pirapitingui, com 75%; Gomes com 50% e Itaim, com 35%. O inverno já começou seco, com temperaturas elevadas e sem registro ou previsões de chuvas até o momento, segundo a autarquia. Nota-se, portanto, que as barragens de captação estão operando abaixo de sua capacidade.

O superintendente da CIS, Vincent Menu, reforça mais uma vez a importância do consumo consciente de água durante o período de estiagem, que segue até o final de setembro. “Apesar de estarmos vivenciando a pior seca na região desde 1961, ainda temos água para abastecer a população. Em 2014, auge da crise hídrica, a cidade já enfrentava o racionamento. Para mantermos nossos serviços de forma satisfatória, é essencial economizarmos em cada residência 30% do consumo de água”. 




Comentários
})(jQuery)