HomeGeralApós decisão judicial, Prefeitura deve contratar entidade para atender moradores de rua

Após decisão judicial, Prefeitura deve contratar entidade para atender moradores de rua

A Prefeitura de Valinhos vai contratar uma Organização da Sociedade Civil (OSC) para prestar serviço de acolhimento institucional para pessoas em situação de rua do sexo masculino. A medida cumpre determinação judicial que impediu o abrigamento de pessoas em situação de rua da forma como era realizado pela Paróquia São Sebastião.

A decisão da Justiça de Valinhos determinou que o trabalho realizado pela Igreja Católica deveria ser suspenso. A decisão ainda obrigou o desalojamento dos moradores de rua que estavam abrigados na casa e determinou multa diária em caso de descumprimento.

O caso gerou comoção na cidade, além de uma série de debates nas redes sociais. O chamamento da Secretaria de Assistência Social foi publicado na edição Nº 1659 dos Atos Oficiais, de 8 de junho.

Leia também: Dia dos Namorados: dicas e cuidados a serem tomados

As entidades interessadas em prestar o serviço têm até o próximo dia 10 de julho para apresentar suas propostas em sessão pública devidamente agendada no Edital. Mais informações no site da Prefeitura: http://www.valinhos.sp.gov.br/boletins.

A Secretaria de Assistência Social mantém o Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS) à população de rua, oferecendo atendimento das 8h30 às 16h ao lado do Centro Comunitário do Boa Esperança, com banho e alimentação, além de busca ativa, com contato permanente com as pessoas nesta situação, encaminhando-as também para outras políticas públicas.




Comentários
})(jQuery)