HomeGeralApós a greve dos caminhoneiros, Saúde alerta condição de alimentos congelados

Após a greve dos caminhoneiros, Saúde alerta condição de alimentos congelados

Por conta da paralisação dos caminhoneiros que afetou todo o Brasil na última semana e a possível conservação inadequada de alimentos refrigerados e congelados naquele período, a Secretaria de Saúde de Valinhos alerta os setores varejistas e atacadistas de alimentos, além dos serviços de alimentação e consumidores que devem ficar atentos às condições de produtos como congelados, refrigerados, embutidos, carnes, frangos, pescados, leites, queijos, iogurtes e outros derivados lácteos, além de embutidos como linguiças, salsichas, mortadelas, presuntos e outros.

Aos estabelecimentos comerciais, é importante garantir que no ato do recebimento das mercadorias elas sejam avaliadas e tenham conferidas as condições e aspectos relacionados à temperatura e aos padrões de cor, odor e aparência.

Recomenda-se atenção às indicações de temperaturas dos produtos que necessitam de condições especiais de conservação para garantia da qualidade sanitária, conforme Portaria CVS 05/2013:

Congelados:  -12ºC ou temperatura menor ou conforme recomendação do fabricante

Refrigerados:

Pescados   de  2 a 3ºC  ou  conforme recomendação do estabelecimento produtor

Carnes       de  4 a 7ºC  ou  conforme recomendação do frigorífico produtor

Demais produtos   de  4 a 10ºC  ou  conforme recomendação do fabricante 

No caso de o consumidor suspeitar de um alimento inadequado para o consumo, deve dirigir-se à gerência do estabelecimento comercial para notificação, ou encaminhar denúncia ao órgão de vigilância sanitária informando os seguintes dados do produto em questão: nome, marca, lote e validade, nome e endereço do fabricante e nome e endereço do estabelecimento comercial onde o produto foi adquirido.

A Coordenadoria de Fiscalização Sanitária disponibiliza e se mantem à disposição por meio do e-mail e telefonesvigilanciasanitaria@valinhos.sp.gov.br ou por meio do telefone: 3829-5682   e   3829-5685.

Reforçamos que os produtos reprovados na recepção, impróprios ou inadequados ao consumo, devem ser identificados, colocados em local apropriado e fora da área de produção/venda, até que seja providenciada a destinação adequada.




Comentários
})(jQuery)