HomeJundiaíMecânico de Jundiaí ajuda a preservar memória ferroviária

Mecânico de Jundiaí ajuda a preservar memória ferroviária

O ferreomodelismo é um dos hobbies mais antigos do mundo, e sua origem remonta ao período em que o transporte ferroviário foi adotado massivamente. As primeiras miniaturas de trens foram fabricadas por volta de 1830 por artesãos alemães. De lá para cá, muita coisa mudou, principalmente no Brasil, onde o transporte de passageiros pelas ferrovias deixou de acontecer, com exceção dos passeios turísticos. Mesmo assim, a paixão de algumas pessoas por este hobby se intensificou.

Em Jundiaí, por exemplo, o mecânico Marcelo Carlos Constâncio possui um verdadeiro patrimônio em casa, e até hoje os trens despertam curiosidade e saudosismo nas pessoas. Aos 47 anos e há 25 mantendo este hobby, Constâncio sempre foi apaixonado por trens, pois seu pai e tios foram maquinistas e seu avô trabalhava como encarregado de manutenção das linhas da Companhia Paulista de Estradas de Ferro.

Leia também: Ruas do Portão e Maracanã ganham asfalto

“Sempre vivi muito próximo às ferrovias e, por isso resolvi colecionar locomotivas. No total, tenho 60 peças que ficam expostas em casa, e sempre que chego do trabalho passo um tempo admirando-as para matar a saudade da época em que eu também trabalhava na manutenção das locomotivas em Jundiaí”, afirma Marcelo.




Comentários
})(jQuery)