HomeGeralBrasilFalta de combustível afeta transportes públicos da região de Jundiaí

Falta de combustível afeta transportes públicos da região de Jundiaí

A greve dos caminhoneiros que vem o ocorrendo desde segunda-feira (21) tem afetado os postos de combustível na região de Jundiaí. A paralisação gerou fortes impactos na distribuição dos combustíveis em postos e distribuidoras de todo o Brasil e tem provocado também filas para abastecimento de veículos de passeio. Há risco de falta de combustíveis em todas as regiões. Em Jundiaí nesta quinta-feira (24), no período da tarde, haverá redução de 40% da frota de ônibus.

A administração pública optou por não utilizar carros da frota oficial de veículos leves para agendas administrativas a serem cumpridas pelos funcionários. A medida é necessária para priorizar o atendimento para alguns serviços essenciais prestados à população (Saúde, GM e Corpo de Bombeiros). 

A UGPS encaminhou veículo para buscar o estoque de medicamentos de alto custo, disponibilizados pelo Estado. O retorno está previsto para o início da noite de hoje. Com relação aos medicamentos distribuídos para as UBSs, somente o Ibuprofeno gotas tem entrega prevista para a segunda quinzena de maio, e, caso a restrição aos combustíveis continue, poderá ocorrer problemas com a entrega por parte da distribuidora.
Valinhos 

Em Valinhos a redução de ônibus que circula pela cidade começou na manhã desta quinta-feira (24). A medida restritiva em Valinhos tem como objetivo preservar a circulação dos ônibus nos horários de pico, garantindo a ida e a volta dos usuários às escolas e ao trabalho normalmente.

A partir desta quinta-feira, 11 linhas (20% do total da frota) passam a circular com a oferta de horário reduzida no período entre 8h e 16h, quando o movimento de passageiros é menor. Entre 16h e 19h o esquema será normal, com todos os ônibus circulando em todas as linhas da cidade. A redução volta a funcionar a partir das 19h e vigora até o final da noite.

Na manhã de sexta-feira (25), entre 5h e 8h, todos os ônibus estarão circulando. A restrição volta a ser aplicada da mesma forma que nesta quinta-feira. A Prefeitura orienta os usuários do sistema a buscar informações no site e nos canais da Administração Municipal nas redes sociais antes de programar a utilização do sistema de transportes.

Itu

Já a cidade de Itu, com exceção dos serviços essenciais nas áreas de saúde, segurança e funerária, suspendeu os serviços municipais que dependem de uso de veículos e maquinários. Em nota encaminhada pela Prefeitura os serviços prestados em equipamentos públicos municipais como Protocolo, Cadastro Imobiliário, Centro de Atendimento da Dívida Ativa (CADA), continuam em pleno funcionamento.

A concessionária responsável pelo transporte coletivo na cidade, opera desde a quarta-feira (23) com 80% da frota. A possibilidade de maior redução dessa porcentagem depende diretamente das condições de abastecimento de combustível. 

Várzea e Campo Limpo 

As cidades de Várzea Paulista e Campo Limpos Paulista, ambas servidas pelos ônibus da Rapido Luxo Campinas, também terão redução de 40% na prestação do serviço nesta quinta-feira (24). 




Comentários
})(jQuery)