HomeCidadesItupevaDepois da uva, pitaia é centro de atenção em Itupeva

Depois da uva, pitaia é centro de atenção em Itupeva

Itupeva é popularmente conhecida por terra da uva devido às grandes plantações no município e também por todo o envolvimento com a história da cidade – que viveu a era do café e se reinventou graças ao cultivo da fruta, após a crise cafeeira. A terra fértil, entretanto, vem dando espaço para outro tipo de cultura – mais exótica e que chama a atenção de todos – a pitaia, que neste ano rendeu 12 toneladas aos produtores do Sítio Bambuzal.

É neste sítio, no bairro Guacuri, que Maria Aparecida Tanaka e o sobrinho Roberto Yasuhiro Komura têm a fonte de renda da família.  A pele de Maria, marcada pelo sol, mostra que o trabalho é árduo, principalmente nos meses de novembro a abril – época de colheita da pitaia.

Leia também: Mecânico de Jundiaí ajuda a preservar memória ferroviária

“Eu e meu sobrinho tomamos conta de tudo sozinhos. No ano passado a produção foi tanta que eu ficava aqui no sítio fazendo a colheita e o Roberto ia para o Ceasa fazer a venda”, comentou Maria. “Cheguei a fazer três viagens por dia, com a caminhonete cheia”, completa Komura.

A pitaia pertence à família dos cactos e os frutos crescem após a floração, que dura apenas um dia. “A nossa maior dificuldade é a colheita, pois tem muitos espinhos e acaba machucando”, afirma Maria.




Comentários
})(jQuery)