HomeCidadesIndaiatubaPrefeito de Indaiatuba assina convênio de cooperação com a PRF

Prefeito de Indaiatuba assina convênio de cooperação com a PRF

A vigência do convênio é de 5 anos, podendo ser renovado por igual período

O prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar (PMDB), assinou durante coletiva de imprensa na terça-feira (19) o Convênio de Cooperação entre a Secretaria Municipal de Segurança Pública de Indaiatuba e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o qual vai permitir a troca de informações dos sistemas de monitoramento eletrônico de veículos, envolvendo o Sistema Inteligente de Monitoramento Veicular de Indaiatuba, instalado no COI (Centro de Operações e Inteligência) da Guarda Civil e o sistema “Alerta Brasil” da Polícia Rodoviária Federal. A finalidade é o desenvolvimento de ações conjuntas contra a criminalidade e estabelece procedimentos de cooperação técnica e operacional, além do intercâmbio de conhecimentos, informações e tecnologias.

“A segurança da cidade deve ser tratada com respeito e dedicação, queremos contribuir com o Estado e o país. Esse convênio é bom para os dois lados, essa troca de informação é muito importante. Temos um fluxo de carro com mais de 550 mil leituras de placas por dia, em nosso sistema de monitoramento e 180 mil veículos diferentes por dia em Indaiatuba. Integrando com o sistema da Polícia Rodoviária Federal teremos um bando de dados maior e respostas mais rápidas para o setor de inteligência. O acordo representa um grande passo tanto para o município quanto para a PRF, pois somente com a união das forças teremos uma segurança pública mais eficiente e moderna em nosso pais”, comenta Gaspar.

O secretário de Segurança Pública, Alexandre Guedes, explica. “Apresentamos nosso sistema para a Polícia Rodoviária Federal, conhecemos o Alerta Brasil e pensamos nessa parceria que hoje está sendo concretizada. Todas nossas imagens passam pelo sistema Alerta Brasil, que irá nos dar um retorno com as informações dos veículos e coibir o crime não só na cidade, mas como em toda região”, diz Guedes e continua “Iniciamos as tratativas no começo desse ano, onde as partes conheceram os dois sistemas e a importância de fazermos essa integração, a sua viabilidade técnica e o ganho no combate à criminalidade. Foi criado um grupo de trabalho de integração para promover a avaliação de resultados, compartilhamento de informações técnicas e criação de novas ferramentas e procedimentos”, explana.

Pelo acordo, a PRF processará as informações das placas dos veículos obtidas pelo COI e também auxiliará a Inteligência da Guarda Civil na interpretação e identificação dos padrões obtidos a partir das placas coletadas e disponibilizará para as forças de segurança do município os dados do sistema ‘Alerta Brasil’, da PRF. Em contrapartida, além das imagens serão disponibilizados os dados locais que possam ajudar a PRF em ações de inteligência e operacionais.

Segundo o superintendente substituto da Polícia Rodoviária Federal, Luciano Fernandes, a integração do Alerta Brasil com cidades do interior de São Paulo está colaborando com o sucesso de ações de fiscalização nas rodovias. “Temos vários bancos de dados integrados no Alerta Brasil e para se ter ideia esse ano já apreendemos 50% a mais de drogas do que o ano passado, quanto mais câmeras integradas, mais informações temos e observando o que acontece em todo o país, conseguimos ter mais êxitos em nosso trabalho. O monitoramento de Indaiatuba é muito bom e muito elogiado, tenho certeza que irá agregar muito em nosso sistema”, detalha Fernandes.

A parceria deve ser ampliada futuramente para os outros municípios da Central Regional de Inteligência e Monitoramento (CRIM), abrangendo os 19 municípios da região que já trabalham integrados. A vigência do convênio é de 5 anos, podendo ser renovado por igual período a partir do interesse das partes. Indaiatuba é a segunda cidade do pais a assinar esse acordo com a PRF, sendo que o primeiro foi assinado por Campinas há duas semanas.

Atualmente Indaiatuba possui 964 câmeras, sendo 264 públicas para monitoramento urbano e veicular e 700 câmeras cidadãs cadastradas. A partir dessa parceria, as imagens passam a serem compartilhadas e analisadas pelo sistema Alerta Brasil da PRF.

Esteve presente na coletiva o secretário adjunto de Segurança Pública, Sandro Bezerra Lima; a diretora da Guarda Civil de Indaiatuba, Inspetora Marilsa Ap de Souza; o coordenador de Inteligência da Guarda Civil, CD Bauer Marques Dias e o diretor do Cincamp (Centro Integrado de Monitoramento de Campinas), Wilian Barbanera.




Comentários
})(jQuery)