HomeGeralEconomiaRelatório da CPI do Senado afirma que Previdência não dá prejuízo

Relatório da CPI do Senado afirma que Previdência não dá prejuízo

Parlamentares advertem que problema do sistema vem da má gestão, desvio de recursos e sonegação

O principal argumento do governo Temer para fazer a Reforma da Previdência sofreu grande revés com a leitura do relatório da CPI da Previdência no Senado. O documento de 253 páginas, lido pelo relator, senador Helio José, conclui que o sistema não é deficitário, como argumenta a base governista para justificar a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287. “A Previdência Social é alvo de má gestão, ela é mal administrada”, criticou o senador Hélio José. Segundo ele, “quando o assunto é Previdência, há uma série de cálculos forçados e irreais”.

Já o presidente da CPI, senador Paulo Paim (PT-RS), garantiu que não há necessidade da reforma com base nos dados apurados pela comissão – que reuniu 268 documentos de diversas entidades, 31 tabelas e 15 gráficos e ouviu 140 pessoas em audiências públicas e debates. “A recomendação que fazemos é que haja uma reformulação no sentido de aprimorar a gestão sem tirar direitos dos trabalhadores”, ressaltou Paim.

“O governo diz que a Previdência é deficitária, mas nós dizemos que é superavitária. Os documentos, estudos, levantamentos e audiências mostram quem são os maiores devedores, e mostra como funcionam as fraudes, sonegações e anistias”, disse Paim.

Comentários