HomeCidadesCrise? Em Itupeva vereadores dobram os próprios salários

Crise? Em Itupeva vereadores dobram os próprios salários

Vereadores vão ganhar o dobro a partir de janeiro. E, presente de Papai Noel, terão dois meses de férias. Recebendo

Os vereadores de Itupeva aprovaram um projeto que aumenta seus salários. Exatamente o dobro do atual. Com isso, o subsídio que hoje é de R$ 4.200 passa para quase R$ 9 mil. É um Projeto de Resolução (número 165) da Mesa Diretora, quando a Câmara era presidida pelo vereador Edicarlos Candiani Luna.

Os vereadores aprovaram o projeto dentro da legalidade, fixando que ganhariam 40% do que ganha um deputado estadual. O próprio presidente da Câmara, na época, Edicarlos, justificou o aumento como sendo correção salarial.

Legal, mas imoral. Assim a maioria de Itupeva classificou o aumento. Nas redes sociais não faltaram protestos, justamente por isso acontecer numa hora imprópria. “Eles poderiam suspender a vigência do aumento, diz um dos revoltados, e compreender que a cidade está em crise”.

Janaína Moretto postou em rede social: “A pergunta é: e você, trabalhador, recebeu? Vai receber? Em outro comentário a indignação é maior: “Como assim? Aumentaram o próprio salário em 100%? Eu nem recebi meu 13º salário ainda e eles dobram o próprio salário com a crise que estamos vivendo, como se fosse a coisa mais normal do mundo?”

Na página dos servidores Públicos de Itupeva, Danny L. Costa também expressou sua revolta. “Ei você, eleitor da cidade de Itupeva, aprovaria um aumento de salário para os vereadores?? A Câmara de Itupeva aprovou hahha e entra em vigor em janeiro de 2017”, desabafa Danny.

Diversas entidades já se movimentam para que o aumento não seja colocado em prática. Há ainda os que pensam em buscar ajuda no Ministério Público. “A cidade está praticamente quebrada, e agora os vereadores, que têm sessão a cada 15 dias, ainda querem aumento”, questiona um dos integrantes dos protestos.

Para deixar a relação dos vereadores mais azeda ainda com os eleitores, a Câmara publicou um ato oficial na semana passada, colocando os vereadores de férias de 16 de dezembro passado até 14 de fevereiro próximo – dois meses de doce vida recebendo salários dobrados.




Comentários
})(jQuery)