HomeJundiaíBigardi recebe Kassab e comemora convênio

Bigardi recebe Kassab e comemora convênio

O prefeito Pedro Bigardi recebeu na última sexta (20) o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, para a assinatura de convênio entre a Prefeitura de Jundiaí e o governo federal no valor de R$ 10 milhões. Os recursos serão destinados para obras de infraestrutura em oito loteamentos na região noroeste da cidade. Ao todo, as obras vão atender 750 lotes, beneficiando diretamente três mil pessoas.
“Num momento tão difícil da economia, não tínhamos tanta expectativa de receber esse recurso agora. Mas o ministro foi sensível ao nosso apelo”, afirmou o prefeito aos moradores que lotaram o auditório do Paço Municipal na tarde do feriado do Dia da Consciência Negra.
Ele lembrou que essa é uma demanda antiga das comunidades desses bairros. “É uma questão de honra fazer esses benefícios para os loteamentos que têm infraestrutura precária. É um dia especial para todos nós. Fico muito feliz em poder atender a expectativa dessas comunidades que lutaram e esperaram tanto tempo por essas melhorias.”
Os recursos são provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e serão investidos em galerias pluviais, esgoto, rede de água, arruamento e asfalto. O projeto prevê 65 mil metros quadrados de asfalto, 5 mil metros de rede de drenagem e 3.800 metros de rede de esgoto. No total, o investimento será de R$ 11,4 milhões, sendo R$ 1,4 milhão de contrapartida da Prefeitura.
Os locais atendidos são Jardim Palermo, Residencial Água Doce, Gleba do Herbert, Loteamento Casa Branca, Loteamento Santo Expedito, Loteamento Água Viva, Residencial Serra Azul e Loteamento Pellizzari.
O ministro Gilberto Kassab destacou a importância de Jundiaí para o desenvolvimento do Estado de São Paulo e o empenho do poder público municipal em potencializar os recursos recebidos. “Sei que esse benefício é muito importante não apenas para as pessoas que serão atendidas diretamente, mas também para toda a cidade. Espero que as obras fiquem prontas rapidamente. Não há benefício melhor que infraestrutura na porta de casa”, ressaltou.

Comentários